sábado, 21 de maio de 2011

Elton Mayo e a Experiência de Hawthorne



Georges Elton Mayo (Adelaide, Austrália, 26 de dezembro de 1880 — Polesden Lacey, Reino Unido, 7 de setembro de 1949) foi um sociólogo australiano, um dos fundadores e principais expoentes do método sociologia industrial estadunidense.

Chefiou uma experiência em uma fábrica da Western Eletric Company, situada em Chicago, no bairro de Hawthorne. Esta experiência caracterizou-se como um movimento de resposta contrária à Abordagem Clássica da Administração.
  Experiência de Hawthorne tinha por objetivo inicial estudar a fadiga, os acidentes, a rotação do pessoal, e o efeito das condições físicas de trabalho sobre a produtividade dos empregados. 

Esta experiência, na sua primeira fase, pretendia confirmar a influência da iluminação sobre o desempenho dos operários. Nos resultados, os observadores não encontraram correlação direta entre as variáveis, não apresentando comprovação do objetivo inicial, e sim somente a preponderância do fator psicológico ao fisiológico.

Na segunda fase ocorreu o desenvolvimento dos seguintes campos: social, gerado pelo trabalho em equipe; e de liderança: gerado pelos objetivos comuns. As condições da sala experimental permitiam que se trabalhasse com liberdade e menor ansiedade: supervisão branda (sem temor ao supervisor, que passou a desempenhar o papel de orientador); ambiente amistoso e sem pressões, proporcionando um desenvolvimento social e a integração do grupo entre si.
Seguiu-se à terceira fase, na qual foi verificada, por meio do Programa de Entrevistas (que consista em entrevistas com os empregados para conhecer suas opiniões e sentimentos), onde foi constatada a existência de uma organização informal de operários, em que existia lealdade e liderança de certos funcionários em relação ao grupo, com suas próprias regras de procedimento e que, em caso de contradições à vontade deste grupo, havia uma punição, que não era formal, mas aplicada pelo grupo ao membro.
A esses resultados houve grande aprovação, e em consequência disso criou-se a Divisão de Pesquisas Industriais. Consequentemente veio a quarta fase, tendo como foco de observação a igualdade de sentimentos entre os membros do grupo e a relação de organização formal e informal, que tinha por finalidade a proteção contra o que o grupo considerava ameaças daAdministração da empresa a qual trabalhavam.

As principais conclusões da experiência de Hawthorne:

1.Os empregados não são motivados apenas por fatores externos, como pagamento e condições físicas do ambiente de trabalho; havia fatores psicológicos que afetavam a produtividade, e não só fisiológicos


2.O relacionamento social entre os operários e a supervisão provocava condições de trabalho que favoreciam o aumento da produtividade do funcionário.
3.Os grupos informais afetavam mais os resultados de produção do que as determinações da alta administração. Por isso,a importância da satisfação no ambiente de trabalho.


4.O volume de produção de um operário não está ligado exclusivamente a suas habilidades ou a sua inteligência, mas também ao seu relacionamento grupal.



Segundo Elton Mayo, a organização indústrial tem duas principais funções:


 Produzir bens e Serviços (função econômica) 





e distribuir satisfações entre seus participantes ( função social).  



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário